15 de out de 2009

Casamento Janine e Sidney


Dias cheios e mais trabalho pela frente. É assim que posso resumir o último feriado.
Faz tempo que não falo de nossos eventos, não é? Mas o casamento do último sábado merece mesmo um post especial.
Antes disso, deixa eu contar algumas novidades...
Segunda-feira à noite fui à uma reunião com um casal de noivinhos muito bacana. Esta foi nossa conversa inicial, mas já consigo sentir como será o perfil do casamento deles, suave e divertido, uma mistura do que eles me passaram ontem. Eles foram ótimos e agora vamos em busca dos melhores serviços para que eles tenham uma cerimônia linda e uma festa excelente. É muito curioso como em uma primeira conversa já dá pra imaginar como vai ser o resultado (apesar da gente sempre se surpreender positivamente com o que os nossos olhos nos apresentam no dia “D”).
Recebemos também um e-mail com elogios ao nosso blog, isso sempre me deixa muito feliz, porque dedico muito carinho a este espaço e amo quando nossas dicas fazem as cabeças de noivinhas fervilharem de ideias! Tomara que estes contatos nos rendam mais felicidade por trabalhos bem realizados.
Hoje já é quinta-feira! Deus do céu! Eu sinto muito por só ter conseguido escrever para vocês agora, mas são ossos do ofício!

Agora vamos falar do casamento de Janine e Sidney.
Esses noivos são uns queridos! No nosso primeiro encontro, eles estavam acompanhados pela mãe dela, que também foi ótima. Conversamos horas no Café Palato e a empatia foi total.
Depois do contrato fechado, acompanhamos tudo de pertinho e com muito prazer porque eles são um casal super unido e cuidaram de cada detalhe com muito carinho. Muitos encontros e chocolates quentes depois, chegou o grande dia!
Quando ainda estávamos na pousada da linda cidade de Penedo, Janine foi nos visitar e conversamos bastante, ela nos pediu ajudar para terminar alguns detalhes dos presentes para os convidados (fornecedores que descumprem prazos = trabalho em equipe do cerimonial). Deixamos duas de nossas cerimonialistas fazendo lacinhos (rs) e fomos ao salão, distribuir as mesas reservadas, conferir decoração, decorar o banheiro, alinhar o buffet, deixar os presentes para os convidados em ordem, etc, etc, etc...
Voltamos, nos vestidos e fomos para a igreja (um convento maravilhoso, já havíamos trabalhado lá antes, mas sempre fico encantada).
O Sidney estava muito ansioso e com brilho nos olhos... os convidados foram chegando, recepcionados com música suave e leques para amenizar o calor... passado algum tempo, a noiva chega, um sorriso nos lábios que não escondia a felicidade daquele momento. Fiquei no carro com Janine e o cortejo foi organizado. Tudo no ponto, chegou o momento.
As músicas anunciavam cada parte do cortejo e quando a noiva entrou me emocionei de verdade.
A cerimônia foi leve e marcante... depois, muitas fotos.
Seguimos para o salão, uma decoração com rosas brancas (eu amo branco!) e muita luz, muitos doces personalizados, mini vinhos, mini bolos, e os noivinhos do bolo eram a cara deles! (Ela cheia de compras e ele, livros) Aliás, personalização foi a palavra-chave deste casal. A caricatura e os nomes deles estavam em tudo... a festa foi ótima e fiquei com os olhos marejados quando eles dançaram “Olha”, do Roberto Carlos... ai, ai...

Ah! Uma parte deste casamento eu não posso deixar de destacar. Quando ainda estávamos na igreja, no fim da cerimônia, Sidney nos chamou e pediu um favorzinho... um favorzinho tão romântico... “Fugimos” da recepção depois que estava tudo finalizado e nos despedimos de todos ouvindo palavras de gratidão que ficaram gravadas nos nossos corações, os elogios são realmente um combustível para continuarmos trabalhando com tanto amor.
Voltando ao favorzinho... pegamos a “encomenda” que Sidney pediu e fomos para o Hotel São Francisco, onde eles dormiriam antes de ir para Recife para voar rumo a Paris, no quarto, colocamos pétalas de rosas, velas, incenso e um buquê para Janine... missão cumprida!
Ufa!
Domingo foi dia de passeio rápido pela área histórica e volta para casa.
Felizes e satisfeitas.
Para frente e avante.
Beijo, queridas!

Um comentário: