26 de mar de 2009

Recomendações


Olá!
Quando a gente faz um evento , sempre espera superar as expectativas... E quando conseguimos isso, além da alegria de noivos, familiares e amigos, acaba gerando a procura de outras pessoas que nos viram atuando.
Depois do casamento de Alick e Lucas, recebemos ligações de duas noivas, com uma delas estamos com contrato fechado, com a outra ainda estamos em negociação... e nossos corações se enchem de orgulho! Vale até registrar essas palavras enviadas por Alick e Lucas quando fizemos a avaliação do casamento: “Adoramos tudo, ficamos muito felizes... Inclusive já fiz recomendações! Obrigada!” Lindo não?
Amanhã vamos a um casamento como convidadas (isso também é maravilhoso!), depois conto nossas impressões pra vocês.
Bjo!

23 de mar de 2009

Bem-casados

Sexta-feira fomos a uma reunião com um casal de noivos e a mãe da noiva... mãe de noiva é como mãe de miss, todo aquele cuidado...
Fechamos o contrato e ficamos conversando no Café Palato (aliás, adoro aquele lugar!), a mãe da noiva começou a me contar sobre seu casamento e eu fiquei surpresa, pois ela namorou, noivou e casou em apenas 9 meses... e olha que ela teve um relacionamento de 7 anos antes disso, chegou até a ficar noiva! O fato é que até hoje está muito bem casada... e eu amei a história!! Não posso contar muito mais que isso, mas me fez pensar como o “destino” é curioso, parece que o que está escrito sempre se cumpre e muitas vezes do modo mais surpreendente.
Estou certa que este casamento vai nos dar muito prazer.
Por falar em bem casados... falemos de “bem-casados”...
Há boatos de que o bem-casado tenha surgido da tradição portuguesa de oferecer docinhos aos convidados como forma de agradecimento pela presença. À risca, a tradição criada pela modernidade prega que a iguaria deve apresentar duas “bolachas” macias e saborosas, unidas por um recheio doce, que pode ser à base de leite. Representa a união de dois seres pelo doce amor.
Lindo, não é?
Beijo! Ótima semana!

19 de mar de 2009

Alianças


Vamos falar mais sobre alianças... minha parceira (Gabriela) e eu temos uma aliança maravilhosa que faz com que nossos eventos nos tragam muito prazer e aumente nossa amizade.
Mas quando estamos falando de casamento, aliança significa honra, eternidade.
Na Roma antiga, a aliança era uma forma de honrar um contrato de casamento; para os egípcios, ela representava a eternidade.
Tudo indica que a tradição de troca de alianças, tal qual conhecemos hoje, surgiu no século XV, em Provence, na França. O Arquiduque Maximilian, da Áustria, presenteou a sua noiva, Mary, com um anel de diamantes, que representava a continuidade do sentimento e a devoção por toda a vida. O dedo escolhido para carregar tamanha missão foi o anelar esquerdo, pois uma crença antiga alegava a existência de uma veia que o ligava diretamente ao coração. (Fonte: Revista Figurino Noivas)

17 de mar de 2009

O tempo não pára


O tempo não pára mesmo!
As tarefas diárias continuam... pesquisa e trabalho constante pra continuar satisfazendo nossos clientes. É assim sempre: telefonemas, internet, reuniões...
Mais novidades:
Fardamento novinho! Afinal, precisamos estar alinhadíssimas ao requinte que os nossos eventos merecem, e todo esse cuidado é em busca da melhoria contínua.
Realização de sonhos merece registro, certo? Certíssimo! Agora temos uma nova máquina digital também... claro que o profissionalismo das equipes fotográficas com as quais trabalhamos são indispensáveis, mas nossos próprios registros têm um olhar diferente.
Amanhã temos reunião para definir detalhes dos nossos próximos eventos, é preciso afinar tudo para grandes dias.
Então é isso... Continuem sonhando, contem com a gente pra cuidar do resto.

Foto: Design Monique Arruda, por Chico Brandão.

14 de mar de 2009

Sábado de correria


Hoje o dia dia foi uma correria só! Duas reuniões na mesma tarde.

Um dos encontros foi para apresentar nossa proposta a uma cliente; cada item foi explicado cuidadosamente... a mãe da noiva me surpreendeu, pois já tem tudo detalhamente (e coloca capricho nisso) planejado. Vamos adaptar a proposta confome os desejos da família e voltaremos a conversar posteriormente.

Na outra reunião fechamos um contrato para realizar um casamento em Girau, cidade pertinho de Arapiraca. Ainda não fizemos casamento lá e esse será um evento grande, estou animadíssima! Os noivos são ótimos, Léa é um amor e O Maxwell é uma figura, dei muitas risadas com ele propondo idéias para a futura esposa. Adoro casamentos onde a festa é na casa da família, como nesse caso, tem um gostinho especial. Aproveitamos ainda para falar sobre as fotos, pois apesar do casamento ser dia 30 de abril, o profissional ainda não foi definido, sugeri alguns nomes, espero que fique acertado logo.
Além disso, será um prazer trabalhar com a Cidinha novamente (Florart Decoração), ela é super competente e muito gentil.

Tudo acertado com meus noivinhos, agora "mãos à obra"!


13 de mar de 2009

Karla e Kinho


Sonhos realizados, noivos realizados.
É assim que acontece quando a Garboo assume o cerimonial de um evento.
O post de hoje é uma homenagem a um casal super bacana: Karla e Kinho. O casamento deles foi ótimo, emocionante. Muito bom gosto na escolha de tudo e muita animação na festa, tenho certeza que além de se encantar com a cerimônia, os convidados se divertiram bastante na recepção.

"O que há dentro do meu coração
Eu tenho guardado pra te dar
E todas as horas que o tempo
Tem pra me conceder
São tuas até morrer

E a tua história, eu não sei
Mas me diga só o que for bom
Um amor tão puro que ainda nem sabe
A força que tem
é teu e de mais ninguém

Te adoro em tudo, tudo, tudo
Quero mais que tudo, tudo, tudo
Te amar sem limites
Viver uma grande história..." (Djavan)

12 de mar de 2009

O Vestido


Uma curiosidade:
Foram os ingleses que popularizaram a cor branca do vestido de noiva. Isso ocorreu no século XIX, quando a Rainha Vitória se casou com o Príncipe Albert, lançando a moda que permanece até hoje. Sua cor representa a castidade e a pureza. No entanto, até o ocorrido a cor mais popular nos vestidos de casamento era o vermelho, por simbolizar "sangue novo" para a continuação da família. Interessante, não? (Fonte: Revista Figurino Noivas)
Hoje o dia foi teve uma chuva de ideias! Essas novidades têm surgido para colaborar com uma cliente/amiga. Estamos juntas na organização de seu casamento, o que tem me feito mergulhar ainda mais fundo nessa delícia que é casar.
Já pensamos em mil coisas e a maioria delas está caminhando lindamente.
Passamos horas vendo revistas para decidir o vestido. Tem coisa mais especial que isso? Como a Garboo está sempre atenta às tendências, tudo fica mais fácil. Agora é só aliar as preferências da noiva e comemorar! Creio que a opção que agrada no caso dela é a renda, aliás também é uma de minhas preferências.
A cada casamento, sinto o mesmo friozinho na barriga... amo tudo isso!
Até logo!

11 de mar de 2009

Reunião com casal


Sábado tive um encontro com um casal de clientes, até então só havíamos feito contato por telefone. Eles são ótimos! Adoro quem tem brilho nos olhos! Sabe quando a gente percebe que o planejamento do casamento está sendo uma delícia? (Mesmo com todo o trabalho envolvido). Que bom que podemos atender aos desejos deles.
Voltar a fazer um evento em Penedo também vai ser ótimo, a cidade é mágica.
Estamos planejando mais inovações para este evento, quando estiver tudo pronto, apresentaremos aos noivos, tomara que aceitem!
Para hoje, o carinho mais especial vai para eles, que confiaram no nosso profissionalismo para fazer parte de mais uma história!
Beijo grande.
Na foto: Mais do talento de Monique Arruda, por Chico Brandão

6 de mar de 2009

Dia internacional da Mulher


Ontem assisti Frida, filem baseado na vida da pintora mexicana Frida Kahlo.

Para se entender as pinturas de Frida Kahlo é necessário conhecer a sua vida.
Frida Nasceu em 1907 no México, mas gostava de declarar-se filha da Revolução ao dizer que havia nascido em 1910. Sua vida sempre foi marcada por grandes tragédias; aos seis anos contraiu poliomelite, o que a deixou coxa. Já havia superado essa deficiência quando o ônibus em que passeava chocou-se contra um bonde. Ela sofreu multiplas fraturas e uma barra de ferro atravessou-a entrando pela bacia e saindo pela vagina. Por causa deste último fez várias cirurgias e ficou muito tempo presa em uma cama.

Começou a pintar durante a convalescença, quando a mãe pendurou um espelho em cima de sua cama. Frida sempre pintou a si mesma: "Eu pinto-me porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor". Suas angustias, suas vivências, seus medos e principalmente seu amor pelo marido Diego Rivera.

A sua vida com o marido sempre foi bastante tumultuada. Diego tinha muitas amantes e Frida não ficava atrás, compensava as traições do marido com amantes de ambos os sexos. A maior dor de Frida foi a impossibilidade de ter filhos (embora tenha engravidado mais de uma vez, as sequelas do acidente a impossibilitaram de levar uma gestação até o final), o que ficou claro em muitos dos seus quadros.

Os seus quadros refletiam o momento pelo qual passava e, embora fossem bastante "fortes", não eram surrealistas: "Pensaram que eu era surrealista, mas nunca fui. Nunca pintei sonhos, só pintei minha própria realidade". Frida contraiu uma pneumonia e morreu em 1954 de embolia pulmonar, mas no seu diário a última frase causa dúvidas: "Espero alegremente a saída - e espero nunca mais voltar - Frida". Talvez Frida não suportasse mais.

Recomendo que vejam o filme e busque o que há de forte nesta mulher!
Feliz Dia internacional da Mulher!

3 de mar de 2009

Convite de casamento!


Ontem recebi um convite de casamento... nem preciso falar que AMEI não é? Gosto da magia dos casamentos, e isso definitivamente é o principal motivo para ter escolhido trabalhar com isso. Além de me emocionar e de curtir a festa, adoro observar as flores das lapelas, as lembranças, as músicas... Vou falar sobre essas questões por aqui também, são dúvidas que sempre surgem com minhas noivinhas.

E por falar em convite, este que recebi foi em papel perolado, com um envelope com dobras que deixavam à mostra o desenho de dois noivinhos em extremos do convite e com uma fita de cetim lilás que os entrelaçava. Pelo desing do convite, eu já imagino que a decoração deve ser clássica, em tons claros e com requinte, pois os locais escolhidos para o evento são bem bacanas.

Uma dica: É interessante que a escolha do convite seja coerente com a escolha dos demais itens do casamento, especialmente a decoração.

A pesquisa de formatos vale a pena, afinal, deve estar de acordo com a personalidade do casal e com o "tom" do casamento. O mercado oferece diversas opções e a internet está aí para ajudar nas idéias.

Lembre-se: é o convite que abrirá as portas para um dia de pura emoção e merece atenção especial!

Um abraço!