2 de dez de 2009

Asas de um anjo só


Tão sutilmente em tantos breves anos foram se trocando sobre os muros

mais que desigualdades, semelhanças,

que aos poucos dois são um,

sem que no entanto deixem de ser plurais:

talvez as asas de um só anjo, inseparáveis.
Lya Luft




Que o amor gere encontros... hoje estou pura poesia.

Estilo e autenticidade... nas palavras, no amor, para casar, para viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário