6 de abr de 2009

Flores...


Teci um tapete de flores
Nas paredes do meu pensamento
Para perfumar nosso encontro
Eternizado no singelo momento
Em que seu olhar capturou o meu
E meu coração mais forte bateu
Recolhi nos frascos da memória
O perfume caramelizado das flores
Guardadas em cristais de muitas cores
Para não perderem o viço e o encanto
E não se desenraizarem de mim
Nem pouco, nem tanto
(Úrsula A. Vairo Maia)


Ótima semana! Flores e amores para todos nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário